Drogas licitas e ilicitas – Efeitos

drogas

As drogas são extremamente prejudiciais à nossa saúde física e mental, causam uma séria dependência química, caracterizada como um vício descontrolado dos usuários. São exemplos de drogas ilícitas, a Cocaína, o crack e a maconha, representando a categoria de medicamentos que possuem os mesmos efeitos que as citadas, estão as depressoras, os estimulantes e muitas outras que possuem efeitos alucinógenos.

No caso das drogas ilícitas, é comum observamos a dependência por jovens que as utilizam com o objetivo de ter alguns minutos de prazer fora do mundo real, mas esses efeitos são de curta duração e as conseqüências são bem piores, variando de problemas respiratórios ou cardíacos até a morte por overdose.  Os principais efeitos das drogas pertencentes a essa categoria são: sensação de leveza e poder, euforia, alívio da dor, diminuição do cansaço e da fome, alucinações, delírios, percepção deformada de sons, imagens e do tato, aumento da disposição e da resistência física, que pode levar à exaustão.

Já as drogas medicamentosas, que são consideradas lícitas, mas com uso controlado, possuem efeitos que levam ao alívio da tensão e da ansiedade, relaxamento muscular, sonolência, sensação de anestesia, inibição do sono e diminuição do cansaço. Os ansiolíticos, também chamados de remédios tranqüilizantes, são uns dos maiores representantes dessa classe.  Na maioria dos casos, o objetivo é aliviar o paciente de uma condição dolorosa que esteja impedindo a realização das suas atividades diárias normais, mas sem saber que aquele medicamento possui substâncias que alteram o estado mental e por isso causam o vício.

O álcool e o cigarro também são reconhecidos como drogas que possuem efeitos semelhantes e que causam dependência química. Apesar de serem estimulantes, todas as drogas citadas acima possuem consequências desagradáveis para o usuário e o uso prolongado provoca náuseas, vômitos, tremores, suor abundante, dor de cabeça, tontura, liberação da agressividade, diminuição da atenção, da capacidade de concentração e dos reflexos, aumentando assim o risco de acidentes.

27/08/2010, em Utilidades

Comentário

Copyright © 2008 - 2014 — Resumo do Dia | Layout by Resumo do Dia