Rubor na face – O que fazer

rubor na face

Rubor na face, também chamado de vermelhidão no rosto, é um sinal característico de pessoas muito tímidas que possuem algum tipo de fobia social ou ainda por qualquer pessoa quando está com raiva ou bastante alegria. Além do rosto, essa vermelhidão pode atingir também o pescoço e a região ao redor das orelhas e é comum ainda sentirem uma sensação de ardência e calor que espalha por todo o corpo.

Em geral, o rubor na face pode ser ocasionado por fatores psicológicos ou fisiológicos, e normalmente são manifestados quando a pessoa encontra-se diante de situações que a deixam envergonhada, com medo ou raiva. Fisiologicamente, a vermelhidão é decorrente de uma hiperativação do sistema nervoso simpático, que além de outras funções, é o responsável por deixar o nosso corpo em alerta em situações de perigo, controlando o ritmo da respiração, os batimentos cardíacos, a produção de suor e o rubor facial. Diante de um estímulo, o organismo responderá aumentando o fluxo sanguíneo, ocasionando uma vermelhidão excessiva em áreas mais vascularizadas, como a pele do rosto por exemplo.

Em situações normais, esse rubor é moderado e some quando o estímulo cessa ou quando a pessoa se tranquiliza. Entretanto, será considerado patológico quando se manifestar constantemente e durar por um período maior, deixando a pessoa bastante constrangida, aumentando ainda mais o grau de timidez ou fobia social, a depender do caso.

O tratamento do rubor na face é feito após a identificação das causas exatas desse sintoma, mas normalmente o acompanhamento é feito por um psicólogo que tenta amenizar esse sinal com sessões de psicoterapia, ou em alguns casos, somado a um tratamento medicamentoso, onde serão receitadas drogas vasoconstritoras que impedem que o fluxo sanguíneo exagerado provoque a vermelhidão excessiva. Os medicamentos mais utilizados são os beta-bloqueadores, ansiolíticos e anti-depressivos. Procure um profissional qualificado e se livre de uma vez por todas do rubor na face.

05/08/2010, em Saúde

Comentário

Copyright © 2008 - 2014 — Resumo do Dia | Layout by Resumo do Dia